«Qual é o objectivo de correr? Nenhum, apenas quero continuar a correr. Não tenho outra finalidade além da de continuar a correr enquanto puder. Corro para viver. Não posso viver de outra maneira.»
Sexta-feira, 12 DE Dezembro 2008

Ao ver o post do cidadão de corrida sobre a organização da Maratona de Lisboa, fiquei com vontade de fazer lá um comentário, mas não consegui. (muitas vezes me acontece isto). Mas como a vontade é mesmo muita, fica aqui:

Acho muito útil estas criticas para se melhorar sempre. Pois eu também achei a entrega dos dorsais muito "pobre" e muito "escondida".
Mas mais pobre é a mentalidade e a cultura desportiva que abunda pelo país: quando subia a rua do ouro, além das buzinas dos carros, que não eram de incentivo, uma senhora que passeava por alí, mandou-nos ir trabalhar.

Tudo em Português: as buzinas, o facto de parecer alguém que nunca tenha trabalhado na vida a mandar outros trabalhar.
Valiam-nos as festas dos grupos de espanhóis sempre alegres, divertidos e com palavras de incentivo.

Ricardo às 10:14
A falta de cultura desportiva do nosso bom povo é endémica. Infelizmente é algo que começa nos bancos da escola e que se agrava ao longo da vida da generalidade dos nossos compatriotas. Lembro-me de, quando estudante, haver colegas que simulavam doenças apenas com o intuito de ficarem isentos das aulas de Educação Física. Para mim, que adorava essas aulas, isso era difícil de compreender. Esse sintoma agrava-se ao longo da vida de tal forma que depois acontecem esses "piropos" que todos nós que corremos já fomos vítimas.

A solução é continuarmos em rente, não dando importância a essas coisas e fazendo a pedagogia que é possível junto de todos aqueles que conhecemos. Se cada um de nós fizer um bocadinho pode ser que as coisas melhorem.

abraço e até Domingo!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

A falta de cultura desportiva do nosso bom povo é endémica. Infelizmente é algo que começa nos bancos da escola e que se agrava ao longo da vida da generalidade dos nossos compatriotas. Lembro-me de, quando estudante, haver colegas que simulavam doenças apenas com o intuito de ficarem isentos das aulas de Educação Física. Para mim, que adorava essas aulas, isso era difícil de compreender. Esse sintoma agrava-se ao longo da vida de tal forma que depois acontecem esses "piropos" que todos nós que corremos já fomos vítimas. <BR><BR>A solução é continuarmos em rente, não dando importância a essas coisas e fazendo a pedagogia que é possível junto de todos aqueles que conhecemos. Se cada um de nós fizer um bocadinho pode ser que as coisas melhorem. <BR><BR>abraço e até Domingo! <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>MPaiva</A>
Miguel Paiva a 12 de Dezembro de 2008 às 17:16

Ultra-Maratonas

Volta à Ilha Terceira (83Km)
24MAI09 | 9h40m08s

Maratonas

Maratona do Porto
21OUT07 | 3h43m14s

Maratona de Lisboa
07DEC08 | 3h35m58s

Maratona do Porto
08NOV09 | 3h33m11s

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
17
18
20
21
23
25
26
27
28
30
mais sobre mim
últ. comentários
Muito bom o texto , parabéns !!! Muito obrigada fo...
Muito bom adorei o trabalho da escola , ficou ótim...
blogs SAPO